COMO PASSAR NO ENEM

Diariamente, mais e muito mais estudantes universitários de todo o Brasil que estão no terceiro ano

do ensino médio começam a analisar para passar o ENEM e ganhar um lugar na universidade federal

através do ProUni. É um esforço desafiador porque a oposição é excelente, a quantidade de

informação é ainda maior, e às vezes o impulso para experiências é definitivamente um impedimento.

 

Eu sei que você pode ter dúvidas sobre como estudar para passar no ENEM. Eu entendo o estresse

de companheiros, entes queridos e, em muitos casos, os instrutores da faculdade, você sabe?

Atualmente eu vejo meus alunos durante esse cenário, mas também fui por isso.

Pânico de não passar

Meu maior medo …

Eu tinha medo de não ter provado a universidade federal e possuir para pagar por um curso de

estudo inteiro em um único único – meu pai disse que ele não era provável que desembolsasse-me em qualquer respeito.

Hoje eu vejo meus alunos prestes a fazer faculdade durante a manhã cedo, freqüentando o curso da

tarde e muitas vezes até a noite. Muita vontade de ir para Medicamentos, outros para Engenharia,

outras pessoas para Legislação e várias outras classes. Ou seja, todas as pessoas estudam

cientificamente, mesmo assim a verdade é que a maioria não vai acontecer.

A melhor maneira de passar IN ENEM: A MANEIRA COMPLADA (NÃO DIZER Não é possível)

E você simplesmente sabe por que a grande maioria dos alunos não vai ao ENEM? Está longe de ser

um estudo insuficiente, ou de uma vontade insuficiente e muito menos para a entrada suficiente para material para estudar.

A maioria nunca passa por técnica insuficiente, não há consciência suficiente sobre como o próprio

cérebro assimila os conteúdos, por uma orientação não suficiente que potencializa seus relatórios,

produzindo que ele pode descobrir mais aprendendo Menos.

Desejo ver? Se eu lhe perguntar tudo o que você estudou biologia muito no mês passado e resolva

testar sua conscientização por meio de consultas, você assumiria que você faria corretamente ou

mal? Apesar de quanto tempo você pesquisou esses artigos: a chance é que você tenha absorvido

apenas 10% de quase tudo o que você leu.

Você assimila apenas 10% daquilo que você estuda

Apenas 10%

Vou repetir: você assimila apenas 10% de qualquer coisa que você navega.

Nossa memória tende a enfraquecer eventualmente. Isso simplesmente não é apenas um dilema

para si mesmo, mas uma característica que nos causa todos, cada ser humano mais saudável. No

entanto, somos capazes de superar essa tendência normal de ignorar os dados.

O psicólogo alemão Hermann Ebbinghaus foi o pioneiro dentro da pesquisa experimental de

memória, além de se distinguir através do estudo da curva de esquecimento, curva de compreensão

e da influência que o espaçamento dos relatórios tem em nossa memória.

A curva bem conhecida do esquecimento de Ebbinghaus demonstra que, uma vez que recebemos

informações e fatos, eles começam a ser esquecidos, para garantir que logo após 24 horas, entre

50% e 80% do que realmente foi analisado, simplesmente desaparece!

E também o pior chega agora:

Se nenhuma visão geral for concluída em excesso do seguinte punhado de vezes, você vai se inclinar

a esquecer totalmente o que é examinado, bem como a informação será tratada como novidade em uma próxima pesquisa.

Parece:

Dicas sobre como ir a ENEM: Ebbinghaus curva de esquecimento

COMO LUCAS passou em torno do FEDERAL POR ENEM

O conto que eu vou transmitir agora é muito parecido com o de numerosos alunos que estão

planejando o ENEM e querem um local dentro da universidade.

Lucas tinha 17 anos de idade, foi durante o terceiro 12 meses de ensino médio dentro de uma

faculdade pessoal em Minas Gerais, e experimentou o desejo de permanecer aceito no teste de

entrada da faculdade da UFMG, que pode ser um particular do seu mais movimentado no Brasil.

Durante o ano civil de preparação, ele pesquisou muito. Faculdade durante a manhã, revisão da tarde

mais mais experiências durante a noite. No comum, eu analisei quase dez horas por dia.

Considere a tensão! Muitos dos colegas também estavam preparando para esse federal um único,

mas como padrão, um punhado de acabou com aqueles que adquiriram o vazio dentro do federal.Falhou

EPIC Fall short!

Sem curling, você precisará conhecer a ponta desta história: apesar de cada um dos esforços, Lucas

não obteve o vazio, não passou no exame de faculdade.

Coincidentemente, em uma excursão de viagem que ele fez com seus pais para os EUA, ele

participou de uma palestra sobre como melhorar a descoberta. Nessa conversa, um especialista

número um em torno do tema, Professor Neil Nedley, falou com muitos estudantes universitários em

busca de bolsas de estudo em universidades americanas como Harvard e Stanford. Pense na extensão!

Lucas então percebeu que todo esse tempo ele estava aprendendo o caminho errado, absorvendo

um pequeno conteúdo escrito e, brevemente, jogando muito tempo e esforço em nada. Ele quase

nunca conseguiria usar toda essa consciência para o tempo no cheque ENEM.

Quando ele voltou para o Brasil, ele continuou a aderir ao tapete

CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS : ENEM